Cacacterização da Cobertura de Sinais na faixa de 700 MHZ em Ambientes Internos considerando os Efeitos da Polarização e do Azimute da Antena Diretiva

Frazão, Maria do Carmo de Luna Malheiros

Resumo

Com o aparecimento dos sistemas de comunicação pessoal, tornou-se importante a caracterização da propagação em ambientes fechados. A atenuação no espaço livre, a propagação por multipercurso e as interações que a onda mantém com obstáculos são fenômenos mais relevantes associados à propagação em ambientes interiores. Entretanto, se o canal indoor for bem caracterizado os efeitos das perdas de propagação eletromagnéticas podem ser minimizadas, através da variação angular da antena do transmissor, a fim de encontrar a posição adequada para a localização do transmissor. No contexto de uma rede sem fio, um ambiente interno difere de um ambiente externo em dois aspectos: menor raio de cobertura e maior variabilidade no ambiente. Constata-se, na prática, que a propagação dentro de edificações é influenciada por aspectos específicos, tais como sua arquitetura e pelos materiais usados na construção. Nas últimas décadas foram desenvolvidos e aperfeiçoados vários modelos de predição que consideram as características do ambiente interno. O presente trabalho tem por objetivo estabelecer a caracterização da cobertura de sinais de comunicação sem fio em ambientes interiores na faixa de frequência em torno de 700 MHz. Essa banda foi escolhida devido a sua destinação para ser utilizada pelos sistemas de comunicação em banda larga 4G/LTE no Brasil. Os resultados simulados foram obtidos utilizando o programa comercial WinProp®, com base no método do Traçado de Raios. Durante as simulações foi proposto um método simplificado de predição de cobertura, onde foram considerados transmissores virtuais, posicionados próximos às paredes de início de cada corredor transversal (situação sem visada entre transmissor e receptor), que consideraram como potências de saídas as mesmas potências aferidas naqueles pontos ou locais, a partir do transmissor real. As campanhas de medições para a caracterização experimental da cobertura de sinal foram realizadas, obtendo-se valores médios do sinal em intervalos regularmente espaçados, de modo a se garantir uma menor influência do fenômeno de desvanecimento rápido e uma maior espacialidade entre elas. Deste modo, os resultados obtidos mostraram uma boa concordância entre os valores simulados, medidos e teóricos, calculados a partir da fórmula de Friis, nas situações com visada e sem visada direta.

Citação

FRAZÃO, MARIA DO CARMO DE LUNA MALHEIROS. Cacacterização da Cobertura de Sinais na faixa de 700 MHZ em Ambientes Internos considerando os Efeitos da Polarização e do Azimute da Antena Diretiva. Dissertação—Campus João Pessoa: IFPB, 2016.

Artigo Completo

Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.