Qualidade de Mudas de Moringa (Moringa Oleífera Lam.) Irrigadas com Águas Salinas

NICOLAU, Josefa

Resumo

A moringa é uma planta exótica e que, nos últimos anos, vem sendo considerada de usos múltiplos. A salinidade hídrica afeta as plantas desde a exposição delas aos sais nas fases de germinação, crescimento e desenvolvimento, entretanto poucos relatos há sobre os efeitos dos sais na qualidade de mudas de moringa. Com isso, este trabalho objetivou analisar a influência dos sais da água de irrigação na qualidade de mudas de moringa. O experimento foi conduzido no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba, campus Picuí, em delineamento experimental inteiramente casualizados, com seis tratamentos (0,2; 2,0; 4,0; 6,0; 8,0 e 10,0 dS m-1 de condutividade elétrica da água de irrigação) e quatro repetições. Foram avaliados o índice de velocidade de emergência, altura das plantas, diâmetro do caule, relação altura/diâmetro do caule, área foliar, taxas de crescimento absoluto com base da massa da matéria seca foliar, taxas de crescimento absoluto e relativo em altura e diâmetro caulinar, taxa de crescimento absoluto e relativo da fitomassa fresca epígea e massa da matéria seca das folhas. A produção de mudas com águas de condutividade elétrica superior a 2,7 dS m-1 afetaram a emergência de plântulas de moringa. O crescimento das mudas de moringa foi fortemente afetado pela exposição das plantas à salinidade hídrica elevada. Mudas de moringa produzidas com água de condutividade elétrica superior a 5,8 dS m-1 são consideradas de qualidade inferior.

Citação

Artigo Completo

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.