Adubação com Esterco Bovino no Feijão Caupi

ARAÚJO, Tatiana
MELO, Djair

Resumo

O feijão Caupi é cultivado nas regiões tropicais e subtropicais do mundo. No Brasil, principalmente nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, ele se constitui em uma das principais alternativas sociais e econômicas para as populações rurais. Deste modo, o objetivo deste trabalho foi avaliar o feito de diferentes doses de esterco bovino em feijão-caupi inoculado com a estirpe de Bradyrhizobium em condições de campo, no Curimataú Paraibano. O experimento foi instalado em uma área de solo localizado no Sítio Cardeiro, próximo ao Distrito Santa Luzia do Seridó, município de Picuí – PB, durante os meses de fevereiro de 2017 a maio de 2017, com a cultura feijão-caupi (V. unguiculata (L.) Walp. O delineamento estatístico utilizado foi de blocos casualizados em esquema fatorial, sendo os fatores descritos com quatro doses de esterco sendo oito tratamentos e quatro repetições, totalizando 32 parcelas. Cada parcela foi composta por 60 berços dispostos em seis fileiras, foi considerada como área útil de cada parcela duas linhas centrais contendo 20 berços. As parcelas mediram 3 m de comprimento por 2,5 m de largura, totalizando uma área de 7,5 m², com espaçamento de 0, 30 m entre plantas e 0,50 m entre linhas, entre parcelas foram deixadas “ruas” como 0,50 m totalizando-se uma área experimental de 316,5 m². Foi utilizado esterco bovino curtido foi aplicado a lanço nas unidades experimental com as seguintes quantidades em toneladas por hectare: 0; 10; 20; 30. Os resultados obtidos mostraram nenhum efeito significativo na utilização das doses do esterco bovino.

Citação

Artigo Completo

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.