PROPOSTA INTERDISCIPLINAR PARA O ENSINO DO MODELO ATÔMICO DE RUTHERFORD

Gonçalves, Edna Pessoa da Costa

Resumo

Este trabalho tem como principal objetivo propor uma metodologia que facilite o aprendizado do aluno utilizando o modelo atômico de Rutherford, as aulas têm caráter dialético e interdisciplinar e se baseiam na compreensão de conceitos, a partir de suas próprias observações. Para isso foi construído com materiais de baixo custo, um gerador de Van de Graaff que visou demonstrar e comprovar experimentalmente o caráter elétrico da matéria. Na metodologia o professor incentivou o diálogo e a exposição de idéias dos alunos. A avaliação foi contínua, inicialmente um questionário com perguntas objetivas e subjetivas, foi aplicado e teve caráter diagnóstico. Durante todas as aulas os alunos foram observados e anotações foram feitas, por isso a participação dos alunos durante as aulas tiveram papel importante na avaliação e no final do projeto, após as aulas, um jogo foi aplicado, e teve como objetivo avaliar o nível de conhecimento significativo alcançado. Desta forma, foi possível concluir que a interdisciplinaridade e a experimentação são ferramentas valiosas na construção de uma aprendizagem significativa, e mesmo quando a escola não possui muitos recursos, a utilização de materiais e equipamentos de baixo custo pode ser bastante eficiente se utilizados adequadamente.

Citação

Artigo Completo

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.