Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorFreitas, Rúbia Quaresma de-
dc.date.accessioned2020-08-25T12:58:25Z-
dc.date.available2020-08-25T12:58:25Z-
dc.date.issued2020-06-09-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ifpb.edu.br/jspui/handle/177683/1005-
dc.description.abstractA presente pesquisa aborda o uso pedagógico dos recursos de Tecnologia Assistiva (TA) como estratégia à promoção de acessibilidade das pessoas com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação à educação inclusiva. Esse estudo também destaca a normatização voltada às pessoas com deficiência como garantia de direitos, respeito aos princípios de igualdade e efetivação do acesso à classe comum, apresentando leis, decretos e normas disponíveis. Por conseguinte, a legislação vigente, muitas vezes desconhecida pelos professores, e a tecnologia assistiva são relevantes para garantir a participação das pessoas com limitações ao convívio em salas comuns. Nesse ínterim, o professor assume um papel importante no processo de inclusão escolar de alunos com necessidades educacionais especiais. Por outro lado, não se pode conceber uma educação inclusiva sem pensar na formação do professor em práticas voltadas ao uso de novas tecnologias. E, considerando que as instituições da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica não foram contempladas com as Salas de Recursos Multifuncionais (SRM) e, por conseguinte, o uso pedagógico dos recursos de TA em sala de aula ainda são restritos e pouco conhecidos pelos professores, surge a seguinte questão de investigação: Como disseminar o uso da tecnologia assistiva aos docentes da rede de ensino básico e técnico como recurso pedagógico no processo de ensino e aprendizagem de alunos com necessidades educacionais especiais? O objetivo principal consiste em divulgar aos profissionais da educação que a TA é uma ferramenta de inclusão importante no processo de ensino dos alunos especiais da Educação Profissional e Tecnológica. Para atingir aos objetivos propostos, este estudo optou por utilizar um procedimento metodológico de natureza empírica classificada pela pesquisa aplicada, com abordagem qualitativa, tipificada pelo estudo de caso com a aplicação de questionário enquanto instrumento de coleta de dados. A pesquisa foi realizada com todos os docentes do Campus do Instituto Federal da Paraíba (IFPB) em Monteiro e os resultados apontaram para a necessidade de um curso de formação que proponha apresentar os recursos de TA como ferramenta facilitadora no processo de ensino e aprendizagem dos alunos em sua diversidade. E, por meio do Programa de Pós-graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT), foi possível desenvolver, enquanto produto educacional, um curso de formação continuada na modalidade EaD cuja temática principal foi a tecnologia assistiva e suas possibilidades. A partir de sugestões apresentadas pelos participantes no primeiro questionário, foi elaborada uma cartilha considerada como um segundo produto educacional opcional e, ao mesmo tempo, complementar à pesquisa, no intuito de atingir um público mais diversificado. De modo geral, os resultados advindos da avaliação dos produtos, apontaram a importância da TA como ferramenta facilitadora no processo de aprendizagem de alunos especiais, assim como a oferta de cursos preparatórios regulares ou eventos que possibilitem aos professores, o acesso a essas metodologias educacionais.pt_BR
dc.language.isoptpt_BR
dc.subjectTecnologia Assistivapt_BR
dc.subjectEducação Inclusivapt_BR
dc.subjectFormação docentept_BR
dc.subjectPessoa com necessidades especiaispt_BR
dc.titleA importância da tecnologia assistiva na autonomia escolar de pessoas com deficiênciapt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
ifpb.abnt.categoryDissertaçãopt_BR
ifpb.abnt.grantorInstituto Federal da Paraíbapt_BR
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica - ProfEPT