Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorLira Neto, Assis Barbosa de-
dc.date.accessioned2021-06-15T01:16:41Z-
dc.date.available2021-06-15T01:16:41Z-
dc.date.issued2020-02-19-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ifpb.edu.br/jspui/handle/177683/1448-
dc.description.abstractSob a ótica de uma construção civil com industrialização crescente, a busca pelo desenvolvimento de tecnologias de âmbito estrutural é ininterrupta, oferecendo atualmente uma gama de opções aos projetistas e construtores. Nessa vertente, vários pesquisadores dedicam-se as análises dos diversos modelos de lajes existentes buscando as melhores respostas as demandas estruturais e arquitetônicas, aos esforços empregados, sem subjugar a análise dos custos de cada tipologia. Entretanto, percebe-se uma escassez quando tratados da comparação de dois sistemas de lajes específicos: as treliçadas em concreto armado e as alveolares em concreto protendido. Embora de características gerais distintas, a começar pela utilização de armaduras com atuações distintas, esses modelos de lajes apresentam como similaridade o uso, mesmo que parcial nas lajes treliçadas, de elementos não moldados no seu local definitivo, fornecendo boas possibilidades as construções enxutas, com redução na utilização e desperdício de materiais. Dessa forma, visando apresentar uma abordagem ampla acerca desses sistemas e suas influências, não se limitando apenas as lajes de forma individualizada, este estudo se objetivou a analisar as duas tipologias empregadas em um edifício de médio porte sob os aspectos da concepção estrutural, dimensionamento e orçamentação. Para tal, a partir do edifico modelo foram realizados estudos de concepção estrutural dos dois sistemas empregados, dimensionados os painéis e analisados os seus comportamentos aos esforços empregados e por fim, compôs-se orçamentos das duas estruturas de pilares, vigas e lajes formadas para a obtenção dos custos das duas tipologias. O emprego de lajes alveolares resultou em uma superestrutura enxuta, com redução no número de lajes, vigas e pilares, decorrente dos maiores vãos formados. Os dois sistemas, respeitados as suas características, não apresentaram problemas com cargas usuais nos vãos utilizados para lajes com altura de 20 cm, porém as lajes treliçadas obtiveram deformações excedentes aos limites quando disposta sob carregamentos de alvenaria. Com relação aos custos, a estrutura composta para suporte as lajes alveolares apresentou acréscimo de 17,11% em relação a estrutura para lajes treliçadas decorrente do alto valor ainda despendido na compra dos painéis protentidospt_BR
dc.language.isoptpt_BR
dc.subjectComparativo de lajes alveolares e lajes treliçadaspt_BR
dc.subjectDimensionamento de lajespt_BR
dc.subjectOrçamentos estruturaispt_BR
dc.titleAnálise comparativa entre sistemas de lajes treliçadas em concreto armado e de lajes alveolares em concreto protendido sob os aspectos de: concepção estrutural, dimensionamento e orçamentopt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
ifpb.abnt.categoryTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
ifpb.abnt.grantorIFPBpt_BR
Appears in Collections:Bacharelado em Engenharia Civil

Files in This Item:
File SizeFormat 
TCC - Assis Barbosa de Lira Neto.pdf6,1 MBAdobe PDFView/Open