ASPECTOS FISIOLÓGICOS E NUTRICIONAIS DE MUDAS DE MARACUJAZEIROS SOB ESTRESSE SALINO E BIOFERTILIZAÇÃO COM URINA DE VACA SOB ESTRESSE SALINO E BIOFERTILIZAÇÃO COM URINA DE VACA

Medeiros, Ana Karoliny de Assis
Freire, José Lucínio de Oliveira

Resumo

Nos sistemas produtivos de frutíferas cultivadas com base agroecológica, a etapa da produção de mudas é muito importante e crucial para a sustentabilidade econômica do produtor, sendo a sua boa nutrição mineral um dos atributos que podem resultar em bom índice de qualidade das mudas. A pesquisa objetivou avaliar os aspectos fisiológicos e nutricionais de mudas de maracujazeiro sob estresse salino e biofertilização com urina de vaca. O experimento foi conduzido, em estufa de cobertura plástica, no Instituto Federal da Paraíba – campus Picuí, em delineamento experimental inteiramente casualizado, no arranjo fatorial 2×2×2, correspondente a duas espécies de maracujazeiro (amarelo e roxo), dois níveis de condutividade elétrica da água de irrigação (0,5 dS m-1 e 3,5 dS m-1) e aplicação de urina vaca a 0,0% e 5,0%, e três repetições. Os órgãos das plantas foram coletados e postos a secar em estufa. O tecido foliar das mudas foi moído para análises dos teores de potássio, cálcio, magnésio e sódio. Além dessas variáveis, foram analisadas as relações de massa foliar, caulinar e radicular, e as relações de Na+/K+, Na+/Ca2+, Na+ Mg2+, K+/Na+, Ca2+/Na+ e Mg2+/Na+. As mudas de maracujazeiro-roxo crescem mais em massa foliar do que as do maracujazeiro-amarelo quando irrigadas com águas mais salinas. O crescimento radicular das mudas de maracujazeiro-roxo irrigadas com águas mais salinas, bem como as fertilizadas com urina de vaca, é superior ao observado na espécie de maracujazeiro-amarelo. A razão de massa caulinar de mudas de maracujazeiros amarelo e roxo não é afetada pela interação com salinidade da água de irrigação e uso de urina oxidada de vaca. Os valores da relação Na+/K+ no maracujazeiro-roxo apresentam maior desempenho que o amarelo, indicando menor tolerância à salinidade. E na relação Ca2+/Na+, o maracujazeiro-amarelo, mais tolerante à salinidade, apresenta melhores resultados que o roxo. A aplicação de urina de vaca diluída em água a 5,0% reduz a relação de Ca2+ e Na+ nos tecidos foliares de mudas de maracujazeiro irrigadas com água fortemente salina, diferentemente do que ocorre com o K+ e o Mg2+.

Citação

Artigo Completo

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.