Pole Dance em tirinhas: quadrinhos que apresentam a prática em meio a uma sociedade machista e a relação das mulheres com o corpo

Mendes, Maria Luisa Souza

Resumo

Este trabalho apresenta discussões sobre a percepção da figura feminina no pole dance, de aspectos individuais como benefícios da prática, até aspectos sociais como a marginalização da atividade e crivos sociais que as polerinas enfrentam devido a contextos históricos patriarcais presentes na nossa sociedade. Essa discussão fundamenta o desenvolvimento prático de cinco tirinhas que retratam situações presentes na realidade das pole dancers. A fundamentação teórica percorre da origem do pole dance até a sua relação com o feminismo e discussão de problemáticas desencadeadas pelo machismo. A partir desse ponto apresentamos a importância dos movimentos feministas e marcos históricos, além da relevância do design gráfico e exemplos de peças gráficas que colaboraram com pautas feministas. Para a contextualização do desenvolvimento das tirinhas, são apresentadas a história das histórias em quadrinhos, seus diversos gêneros, exemplos de artista da época e o feminismo nesse meio. Utilizando a metodologia de pesquisa qualitativa, foi aplicado um questionário para mulheres que praticam pole dance, a fim de coletar relatos de experiências vividas por elas para além de validar as discussões levantadas, também inspirar a criação dos roteiros das histórias. A elaboração das tirinhas utiliza metodologias da bibliografia de Scott McCloud, aplicando técnicas de criação de histórias em quadrinhos adaptado ao formato das tirinhas, sendo todo o processo documentado. O trabalho é concluído com a apresentação do resultado das peças produzidas, conforme as etapas mostradas no decorrer do desenvolvimento.

Citação

Artigo Completo

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.